terça-feira, 5 de novembro de 2013

enigmáticas expressões idiomáticas

Que estranha necessidade a nossa (e quando digo nossa refiro-me, claro está, aos portugueses) de criar estereótipos internacionais para falarmos. Ora nos referimos aos nossos vizinhos espanhóis, ora aos ingleses, ora aos mais distantes indianos e até aos chineses que estão do outro lado do mundo. É cá uma curiosidade minha.

Gostava de saber a razão da nossa vida ser uma roleta russa e não podermos todos viver à grande e à francesa. E por que razão fazemos tantas vezes coisas para inglês ver quando na verdade nós gostamos mesmo é de mexer nas coisas e ver como os espanhóis? Eu sei que é impossível agradar a gregos e a troianos mas às vezes parece que ninguém me compreende e que estou a falar chinês. Se calhar o melhor para o mundo era sermos todos iguais, todos informatizados, sem excentricidades, andando todos em fila indiana, uns atrás dos outros. O caminho para a liberdade talvez fosse difícil de seguir. Havíamos de nos ver gregos para lá chegar mas talvez fôssemos bem-sucedidos e aí sentiríamos que tínhamos feito o negócio da China.

E que expressões idiomáticas haverá noutros países usando o estereótipo português? É cá uma curiosidade minha.

2 comentários:

  1. Boa pergunta! Este texto ficou tão giro :)

    ResponderEliminar
  2. Ainda bem que gostaste. (: Dás-me alento para continuar.

    ResponderEliminar